Arquivo da tag: Cine Sesi

Entremeios Especial | Programação do Festival do Júri Popular

 

 

 

14/02 – Segunda – 19h MOSTRA HORS-CONCOURS

________________________________________

 

FESTIVAL EM FOCO – Mostra de Cinema de Tiradentes e alguns vencedores de seu Voto Popular

“A invenção da infância” (2000), de Liliana Sulzbach, RS – Vencedor Melhor 35mm em 2001

“Eletrodoméstica” (2005), de Kleber Mendonça Filho, PE – Vencedor Melhor 35mm em 2006

“Onde andará Petrúcio Felker?” (2001), de Allan Sieber, RJ – Vencedor Melhor 35mm em 2002

“Vida Maria” (2006), de Márcio Ramos, CE – Vencedor Melhor 35mm em 2007

 

15/02  – Terça – 19h COMPETITIVA 1

________________________________________

 

“A dama do Peixoto”, de Douglas Soares e Allan Ribeiro, RJ

“Amigos bizarros do Ricardinho”, de Augusto Canani, RS

“Angeli 24h”, de Beth Formaggini, RJ

“Contagem”, de Gabriel Martins e Maurilio Martins, MG

“Só mais um filme de amor”, de Aurélio Aragão, RJ

 

16/02 – Quarta – 19h COMPETITIVA 2

________________________________________

 

“147”, de Marcelo Tannure, MG

“A noite por testemunha”, de Bruno Torres, DF

“Ela veio me ver”, de Essi Rafael, MS

“Geral”, de Anna Azevedo, RJ

“Izamara”, de Diogo Hayashi, SP

“O som do tempo”, de Petrus Carury, CE

“Tempestade”, de Cesar Cabral, SP

 

17/02  – Quinta – 19h COMPETITIVA 3

________________________________________

 

“A inventariante”, de Patrícia Francisco, SP

“Como é bonito o elefante”, de Lucas Barbi & Juruna Mallon, RJ

“Fantasmas”, de André Novais Oliveira, MG

“Garoto de aluguel”, de Tarcísio Lara Puiati, RJ

“Haruo Ohara”, de Rodrigo Grota, PR

“Peixe pequeno”, de Vincent Carelli e Altair Paixão, PE

“Recife frio”, de Kleber Mendonça Filho, PE

 

18/02 – Sexta – 19h COMPETITIVA 4

________________________________________

 

“Eu não quero voltar sozinho”, de Daniel Ribeiro, SP

“Fábula das três avós”, de Daniel Turini, SP

“Formigas”, de Caroline Fioratti, SP

“Intervalo”, de Alexandre Rafael Garcia, PR

“Mídia obsoleta”, de André Sicuro, RJ

“Nalu”, de Stefano Capuzzi Lapietra, SP

“Raz”, de André Lavaquial, RJ

“Transcomunicação”, de Arthur Tuoto, SP

 

19/02 – Sábado – 19h COMPETITIVA 5

________________________________________

 

“As aventuras de Paulo Bruscky”, de Gabriel Mascaro, PE

“Bailão”, de Marcelo Caetano, SP

“Caos”, de Fábio Baldo, SP

“Instantâneos”, de Andrea Capella, RJ

“O solitário ataque de Vorgon”, de Caio D’Andrea, SP

“Ratão”, de Santiago Dellape, DF

 

20/02 – Domingo – 19h COMPETITIVA 6

________________________________________

 

“7 voltas”, de Rogerio Nunes, SP

“Balanços e milkshakes”, de Erick Ricco e Fernando Mendes, MG

“Carreto”, de Marília Hughes e Cláudio Marques, BA

“O diário da Terra”, de Diogo Viegas, RJ

“Ensolarado”, de Ricardo Targino, RJ

“O plantador de quiabos”, de Coletivo Santa Madeira, SP

“Orquestra do som cego”, de Lucas Gervilla, SP

“Verão”, Thiago Pedroso e Hiro Ishikawa, SP

 

Entrada Gratuita

www.festivaldojuripopular.com.br


Cine SESI – Centro Cultural SESI. Maceió-AL

Av. Dr. Antônio Gouveia, 1113, Pajuçara.

 

______________________________

Caso não queira receber o boletim entremeios, por favor nos responda informando.

 

Anúncios
Etiquetado , , , , ,

Panorama do Cinema Alagoano

A Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-metragistas de Alagoas tem imensa alegria em convidar e compartilhar com todos sobre o lançamento da 2ª edição do Panorama do Cinema Alagoano de Elinaldo Barros.
A noite do dia 06 de agosto é uma homenagem e conquista do cinema alagoano. O homenageado é Elinaldo Barros, crítico de cinema, professor e cinéfilo, um grande pesquisador e divulgador do cinema alagoano e brasileiro.
Após 27 anos, Panorama do Cinema Alagoano ganha uma 2ª edição revista e atualizada. Contendo as realizações alagoanas desde o pioneiro o italiano Guilherme Rogato, passando pelas realizações que competiram no Festival de Cinema de Penedo, aborda os filmes recentes independentes e os realizados através de editais.
Na noite de lançamento do livro, também será lançado o documentário “O catador de fotogramas”, de Pedro da Rocha, sobre Elinaldo.

SERVIÇO:
Lançamento da 2ª edição de Panorama do Cinema Alagoano.
Programação extra: exibição do documentário “O catador de fotogramas”, de Pedro da Rocha

Dia 06 de agosto de 2010 Cine Sesi – Centro Cultural SESI, às 20hAv. Dr. Antônio Gouveia, nº 1113. Pajuçara. Maceió-AL

Etiquetado , , , , , , , , , ,

Fim de semana no SESI BRASIL – parte 1

Cine Sesi – Pajuçara. Maceió-AL

Sábado 28/11/2009

às 16h (Reprise)  Patativa do Assaré: Avé Poesia, de Rosemberg Cariry

Cearense, poeta, homem simples e batalhador. Se não surgiu em sua mente ao ler estas características o nome desse brasileiro é porque você precisa conhecê-lo. E uma oportunidade para isso é este documentário realizado por Rosemberg Cariry.
Citando a sinopse do material de divulgação do cine SESI “Patativa do Assaré é síntese do saber popular versus o saber erudito.” O saber de Patativa homem de verso, prosa, luta e da terra é transpassado em seu reconhecimento histórico, erudito,público e popular. Patativa é louvado, cantado, estudado, e recebe até  legendas que serve até de artifício para os que não entendem a linguagem popular deste poeta.

às 17h30  Siri-Ará, de Rosemberg Cariry

Um épico europeu que tem como personagens os guerreiros do reisado e os índios da banda de pífanos que cruzam o sertão deste nosso Brasil. Este auto do sertão, com reisado e banda de pífanos é uma aventura muito da arretada.

A história é registrada por Cioran, um mestiço brasileiro que retorna ao seu país depois de anos exilado na França e resolve vagar pelo sertão.  E por ser épico europeu acrescenta-se o requinte da narração em francês da ex-mulher de Cioran.

É um imaginário que fica nordestinamente encantado na seca e aridez do sertão.  Os guerreiros do reisado com bonitas roupas, cheias de brilho e cores, querem conquistar o sertão e combater os índios da banda de pífanos vestidos como sertanejos.

às 19h10  Moscou, de Eduardo Coutinho

Inacabado é a palavra. Não nos é apresentado um documentário sem fim.

Moscou é uma cidade,  As Três Irmãs uma peça inacabada.

Tudo começa com um galpão, um grupo de atores, uma equipe de filmagem e uma proposta, montar a peça inacabada As Três Irmãs de Anton Tchekcov, em três semanas.

O documentário, a peça, os atores, as irmãs, as lembranças dos personagens ou dos atores. As vivências de construção de uma  obra inacabada, que continuará inacabada e que não terá estréia como peça, mas aqui teve como  documentário.

 

Lembrando que a Mostra SESI BRASIL vai até o dia 04 de dezembro. Não Perca, não é todo dia que você pode ver o Brasil de tantas maneiras e tão perto de você.

Confira a programação: http://www.centroculturalsesi.com.br

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , ,